Ações de combate ao furto de água são intensificadas pela Caerd
07/11/2018 - ( 0 )

O coordenador comercial da Caerd, Ariosto Costa, explica que pontualmente são realizadas ações de fiscalização nas residências daqueles clientes identificados pelo comportamento atípico de consumo.

 

 

Ações de adulteração envolvendo a utilização de água canalizada e tratada pela Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) são responsáveis pelo prejuízo de R$ 1,3 milhão por mês, de acordo com informações da coordenadoria comercial . É considerada fraude toda e qualquer intervenção ou irregularidade cometida pelo cliente na ligação de água, com o propósito de distorcer a realidade do seu consumo, causando assim prejuízo à empresa.

 

 

Segundo a Superintendência de Operações Comerciais, hoje no Estado há mais de 9.700 consumidores utilizando água da Caerd de maneira inapropriada, o que representa 15% dos clientes inativos, aqueles que possuem cadastro na empresa, mas que não utilizam, oficialmente, água da Caerd.

 

 

O coordenador comercial da Caerd, Ariosto Costa, explica que pontualmente são realizadas ações de fiscalização nas residências daqueles clientes identificados pelo comportamento atípico de consumo. “Temos um sistema onde todos os clientes estão cadastrados e através dele conseguimos identificar os hábitos de consumo de cada um. Quando vemos que há uma certa irregularidade ou uma conduta diferente da praticada pelo cliente, vamos in loco procurar saber o que está acontecendo”.

 

 

A grande dificuldade, no entanto, é que nem sempre as equipes conseguem entrar nas residências para efetuar vistorias. Em alguns casos são os próprios moradores que dificultam ou não autorizam a entrada dos fiscais. O furto de água acontece de diferentes maneiras e razões e nem sempre a prática fraudulenta está restrita a bairros ou comunidades de baixa renda.

 

   Fonte : Caerd