0

Atualizada - 08/05/2019 13:00:14

Aesbe repudia aprovação do relatório da MP do Saneamento na Comissão Mista do Congresso

 

 

A Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe) vem a público repudiar a aprovação do relatório final da Medida Provisória nº 868, que altera o Marco Legal do Saneamento, na forma apresentado pelo senador Tasso Jereissati, relator da Comissão Mista responsável pela MP. O relatório, que foi aprovado nesta terça-feira (7) por 15x10, traz pontos preocupantes para o setor de saneamento, principalmente o que se refere à proibição dos Municípios de celebração de Contratos de Programa com as Empresas Estatais.


Com a proibição da prorrogação ou assinatura de novos Contratos de Programa o risco de paralisação de investimentos no setor é iminente. “Os projetos de parcerias com o Setor Privados, gestados pelo PPI do próprio Governo Federal, serão sustados, visto que as Estatais não terão os contratos garantidos após a edição da MP”, destacou Roberto Tavares, presidente da Aesbe e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).


Desde a apresentação do relatório, no dia 25 de abril, a Aesbe explica aos parlamentares, de forma clara, que a extinção do Contrato de Programa diminui uma das alternativas de escolha dos prefeitos, que são os titulares do serviço. A maioria das Companhias Estaduais trabalha com o regime de cooperação, firmando uma contratação direta com o Município, o que dá segurança Jurídica e permite parcerias com o setor privado.


O texto aprovado deixa bem claro que não será mais possível firmar novos contratos, nem prorrogar os existentes, condenando as Estatais a pararem de investir e sucatear os sistemas, que posteriormente só terão a alternativa de serem privatizados.


A MP anterior, 844, foi rejeitada pelo Congresso Nacional após a entrada dos governadores no jogo. O setor privado é bem vindo, sem destruir o que existe. Ele precisa vir em parceria com as Estatais, nos municípios ricos e pobres, sem fazer distinção. Tudo que o setor não precisa é mais insegurança jurídica, com a iminente desestruturação das políticas públicas do setor. Vamos lutar até o fim para que a MP seja alterada, para não trazer prejuízos à população” reforçou o presidente da Aesbe, Roberto Tavares.


A Aesbe trabalha na preparação de um documento que vai explicar a todos os Governadores como ficará a situação do saneamento nos Estados, principalmente no municípios mais pobres. O material será encaminhado aos chefes do executivo ainda nesta semana.


A Aesbe não se furtará em defender o Saneamento Brasileiro e promoverá toda a articulação política e jurídica em busca de um Saneamento inclusivo e que beneficie a todos os brasileiros, para chegar cada vez mais perto da necessária universalização do serviço.





 

Autor: AESBE

  Comentários

  Veja Mais

  Espigão do Oeste - Comunicado de paralisação no abastecimento

A Caerd pede a colaboração de todos e orienta para que a população utilize a água com racionalidade, evitando desperdícios.

  Jaru 20/05/2019 - Comunicado de paralisação no abastecimento

A Companhia não está medindo esforços para que o problema seja solucionado o mais breve possível.

  THEOBROMA - 20/05/2019 - Sistema Restabelecido

o abastecimento deve voltar à normalidade durante a noite e será de forma gradativa.

  Caerd oferece condições especiais para pagamentos de dívidas

Segundo o superintendente de operações comerciais da Caerd, Walmir Brito, ao todo 18 mil clientes estão inscritos no Serasa (banco de dados de restrições financeiras a consumidores e empresas)

  Guajará Mirim - Comunicado de paralisação no abastecimento

A Caerd pede a colaboração de todos e orienta para que a população utilize a água com racionalidade, evitando desperdícios.

  THEOBROMA - Paralisação no abastecimento

A Caerd esclarece que no momento não há previsão para o retorno do abastecimento.

  CAERD/RO emite nota de pesar pela morte do funcionário Osvalnir Xavier de Souza

De todos que fazem a Caerd, transmitimos a sua família e amigos os mais sinceros sentimentos.

  Nota de pesar pelo falecimento do pai de funcionário

Aos familiares e amigos, a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia apresenta suas condolências

  Nota de pesar pelo falecimento da mãe da funcionária Débora Médina Reis

Deixamos nossas mais sinceras condolências à família e amigos por esta inestimável perda

  Aesbe repudia aprovação do relatório da MP do Saneamento na Comissão Mista do Congresso


  Caerd alerta população sobre furtos de hidrômetros e pede adaptação das caixas de proteção

O hidrômetro é o aparelho que efetua as medições do fluxo de água, permitindo coletar o faturamento do cliente mês a mês, e avalia alterações de consumo por meio de alertas do sistema de gestão de micromedição para evitar o desperdício de água.

  Nota de pesar pelo falecimento de ex funcionário Argentino Rodrigues de Souza

A CAERD se solidariza com os familiares e amigos de Sr. Argentino Rodrigues neste momento de dor.

  Nota de pesar pelo falecimento da Mãe da funcionária Tatiane Almeida Lopes

Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor

  COMUNICADO - Porto Velho – Paralisação no abastecimento

A Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia – CAERD, por intermédio de sua Superintendência Regional de Porto Velho, comunica aos moradores zona norte e central.

  COMUNICADO – Porto Velho – Paralisação no abastecimento

O abastecimento de água será interrompido nesta quarta-feira (24), no período de 08h às 12h.

  Atenção, moradores de Guajará Mirim

O equilíbrio total do sistema se dará gradativamente logo após o término dos trabalhos

  Caerd tem prédio invadido e caminhonetes são roubadas

Um dos veiculo já foi encontrado abandonado nas proximidade da Estrada da Areia Branca com BR-364.

  Ji-Paraná - COMUNICAÇÃO DE INTERRUPÇÃO NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA


  Câmara Técnica reúne comunicadores do Saneamento na Sanepar

As companhias participantes do encontro foram: Caerd (RO), Caern (RN), Caesb (DF), Cagece (CE)

  Nota de pesar pelo falecimento do pai dos funcionários Alexandre Cunha, Antônio Borges(Toinho) e Eduardo Natalino

Rogamos a Deus que conforte seus corações